WhatsApp  (11) 94482-9757 , (11) 2532-0272

 

 

O que é Autismo?

 

Quando as pessoas se referem ao “Autismo” hoje, geralmente estão falando sobre Distúrbios do Espectro do Autismo (TEA), que é um distúrbio cerebral caracterizado pelo comprometimento da qualidade das habilidades comportamentais, nas áreas de interação social e linguagem, incluindo uma serie de sintomas motores, emocionais, sensoriais e cognitivos.

 

O transtorno do espectro autista é um transtorno complexo do desenvolvimento que engloba o transtorno autista (autismo), o transtorno de Asperger, o transtorno desintegrativo da infância, o transtorno de Rett e o transtorno global do desenvolvimento sem outra especificação (DSM-V)!

 

Geralmente, não há nada sobre a aparência das pessoas com TEA que as diferencia de outras pessoas, mas as pessoas com TEA podem se comunicar, interagir, se comportar e aprender de maneiras diferentes da maioria das outras pessoas. 

 

As habilidades de aprendizado, pensamento e resolução de problemas de pessoas com TEA podem variar de superdotados a severamente afetados. Algumas pessoas com TEA precisam de muita ajuda em suas vidas diárias; outros precisam de menos.

 

O autismo tem cerca de 4,5 vezes mais chances de afetar meninos do que meninas e é encontrado em todos os grupos raciais, étnicos e sociais. Não existe uma causa única conhecida para o autismo, embora a melhor ciência disponível aponte para importantes componentes genéticos.

bigstock-192898252.jpg

Os cientistas não têm certeza de que distúrbios ambientais podem estar envolvidos no autismo. Uma teoria, popular no final dos anos 90 e início dos anos 2000, de que as vacinas causavam autismo, foi desmentida por numerosos estudos realizados em todo o mundo!

 

O Dr. Leo Kanner descreveu o autismo pela primeira vez em 1943. Ele relatou onze crianças que demonstraram um acentuado desinteresse por outras pessoas, mas um interesse altamente incomum no ambiente inanimado. Inicialmente, o autismo era considerado uma forma precoce de esquizofrenia, o que levou à crença de que seu início poderia ser causado por experiências negativas com os pais. Agora sabemos que esse não é o caso.

 

Fonte:

Autism Science Foundation.

 

Seu filho é autista? Gostaria de mais informação a respeito? Visite nossa página sobre Autismo, clique Aqui!

Gostou desse conteúdo? Quer receber mais informações, dicas e relatos sobre as doenças neuromusculares e doenças raras? Inscreva-se em nosso Mailing!!! Clique no botão abaixo!!!